Home Livros Um Deus vigia o planalto

Um Deus vigia o planalto

Compartilhar   E-mail   Imprimir

Herculano Pires escreveu “Um Deus Vigia o Planalto”, uma bela e curiosa alegoria sobre a fundação e o desenvolvimento de São Paulo até o século vinte com personagens-símbolos. Alaor, por exemplo, simboliza a inquietação, o inconformismo do paulistano diante da situação do país e do mundo e a procura da solução para os problemas do século vinte através de fórmulas e signos puramente intelectuais. Os fatos principais da história paulistana são apresentados no livro em “flashes” literários que Herculano Pires publicou, primeiramente, como folhetim no “Diário da Noite” em 1954.

ISBN 85-88849-24-0

128 páginas • 14x21 cm • R$ 18,00

COMPRAR na loja virtual.

J. Herculano Pires

J. Herculano Pires

J. Herculano Pires foi o que podemos chamar de homem múltiplo. Filósofo, educador, jornalista, escritor, parapsicólogo, romancista, poeta, fiel tradutor de Kardec, em todas as atividades – inclusive, fora do movimento espírita – sua inteligência superior iluminada pelo espiritismo e aliada a uma cultura onímoda e humanística brilhou com grande magnitude, fazendo o público crescer espiritualmente.

Espírita desde os 22 anos de idade (foi menino-prodígio), ninguém no Brasil e no estrangeiro mergulhou tão fundo na obra da codificação kardeciana e ninguém defendeu mais – e com mais competência do que ele – a pureza doutrinária, que colocava acima das instituições e dos homens.

O espírito Emmanuel, por meio do médium Chico Xavier, declarou ser Herculano Pires "o metro que melhor mediu Kardec" e "a maior inteligência espírita contemporânea".

Para saber mais sobre o autor, visite www.herculanopires.org.br.


Pesquisa interna

Enquete

Qual é o melhor livro da Editora Paideia?
 

Newsletter

Receba notícias no seu e-mail



Copyright © 2017 Editora Paideia. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.